S16-08 02

Manipulação do discurso quinhentista, textual e imagético

Compartir en TWITTER/FACEBOOK/LINKEDIN

Deja tu comentario

Participa en esta ponencia enviádole tu pregunta o comentario a los autores

Añadir comentario

Firmantes

profile avatar
Maria Leonor García Da CruzFaculdade de Letras da Universidade de Lisboa

Enfoque

Projecta-se neste estudo percepcionar noções de bem comum, bem público e Razão de Estado, em pensadores do século XVI, de forma a comparar discursos políticos na sua diversidade, ambiguidades e manipulações. Os autores escolhidos têm diferentes formações e experiências de vida destacando-se entre os renascentistas aqueles que adoptaram um humanismo cristão como Erasmo ou Thomas More e os que, como Nicolau Maquiavel,  patentearam um laicismo nem sempre bem aceite entre os intelectuais da época.

Variantes de interpretação (não exclusivamente política mas também referente aos corpos sociais, à religião e a fenómenos socioeconómicos) resultam também, num mesmo autor, de uma intencionalidade circunstancial. A época e o espaço onde se publica o Livro de Emblemas de Andrea Alciato, por exemplo, e o idioma em que é editado (latim e tradução em francês ou espanhol, entre outras línguas) altera não raras vezes o comentário ao lema e até os pormenores da imagem que completa essa composição. O público-alvo varia e com isso a manipulação de textos e imagens. Daí o interesse em aprofundar alguns conceitos neste autor e compará-los com criações de César Ripa na sua Iconologia.

Trata-se, pois, de percorrer testemunhos (muitas vezes com recurso a bases de dados digitais) que nos permitem alargar formas de olhar conceitos decorrentes do pensamento político, seja o de paz social, justiça ou tirania, por vezes num discurso ambivalente ou invertido. As descrições e a construção das imagens, em Alciato e em Ripa, deixam-nos, assim, com interrogações cujas respostas ou propostas de solução não cabem integralmente em considerações finais. O estudo deve continuar a aprofundar-se na comparação com outras fontes epocais e na longa duração.

Preguntas y comentarios al autor/es

Hay 02 comentarios en esta ponencia

    • profile avatar

      Salud Adelaida Flores Borjabad

      Comentó el 12/04/2023 a las 17:49:18

      Estimada María Leonor,

      En primer lugar, quisiera felicitarte por tu ponencia. Creo que la visión de los discursos que propones es muy interesante. No obstante, por curiosidad, quisiera saber si has llegado a barajar algún discurso hecho en época andalusí. Muchas gracias. Saludos,

      Salud Flores Borjabad

      • profile avatar

        Maria Leonor García Da Cruz

        Comentó el 12/04/2023 a las 20:24:20

        Estimada Salud
        Muito obrigada pelo teu comentário. Na verdade não recuei a autores não renascentistas. Mas é sempre útil e de interesse fazê-lo.
        Grande abraço
        Maria Leonor


Deja tu comentario

Lo siento, debes estar conectado para publicar un comentario.

Organiza

Colabora